Esporro Público 2018 - #RIPLemmy - UOL Blog
Minha crônica de Saudades
Durante as férias li 1 livro chamado "O Ateneu", de Raul Pompéia. O livro conta a trajetória de Sérgio, que narra sua história de vida ao passar suas temporadas no internato, que leva o tí­tulo da obra, que ficava num bairro tradicional no Rio de Janeiro, no século XIX. Nessas temporadas, ele presencia vários conflitos: aulas longas, um diretor matuzalém, alunos com segundas intenções à flor da pele, mas ao mesmo tempo, tem pessoas com seu jeito materno.
Ao ler esse livro, fiz 1 paralelo dessa obra com a minha época escolar. Conclusão: é IGUALZINHA!

Passei pela mesma situação, como estudar em uma escola pública, assistir aulas compridas, suportar (por pouco tempo!) alunos que não paravam de me massacrar, agüentar humilhações, tanto na sala de aula quanto nos recreios, várias classes letivas não paravam de me torturar, TUDO era igual ao Ateneu!

Só de escrever essas coisas horrorosas me dar vontade de chorar, ou de tentar apagar tudo que passei.
Mas, quem quiser fazer esse mesmo paralelo, leiam esse livro e descubra como é estudar numa escola como Ateneu.

Continuando a minha jornada de ida à shows, fui mais uma vez a um show de graça. Só que desta vez, lá¡ no Centro Cultural São Paulo (perto da facul), onde quem apareceu é o Baranga. Antes eu a conhecia só de nome, mas logo após o show eu já dava conta da explosão que deram. Todos os integrantes vieram de diversas bandas que marcaram o Rock 'N' Roll Nacional (Bem melhor que essas bandas como Capital Nacional, Legião Urbana, Paralamas, entre outras. Tô de saco cheio!), como Paulão Thomaz, que já foi do Harppia, Centurias, Firebox, Cheap Tequila, além de tocar alguma vez com o Korzus (que é uma outra lenda do Metal, que está viva até hoje!), Deca nas seis cordas, assim como o Xande nos berros e o Soneca cozinhando todo o show ao lado do Paulão.

Antes do show começar, encontrei com o Pedroca "Baconzito" Pellegrino, mais uma vez, depois dakele show no Centro de Sampa (na qual aconteceu uma treta envolvendo dois jovens, um deles estava hospitalizado!). Depois de trocar uma idéia e pegar quatro ingressos, fomos ao refeitório e encontramos o Piérre "Maléfico Porpeta". O cara era sem noção, assim como eu. Depois que eu me apresentei a ele, fiquei com akele momento de descontração, pois o cara era loko mesmo! Mas ele era gente fina pra caraio! Disse a ele que quando eu comento qualquer coisa no blog dele, ele me chamava de besta, e ele estava certo. Logo após, tinha chegado a namorada dele. Não vou falar nada sobre ela, pois não a conheço! Eu Juro!

Voltando ao show. Depois que pegamos nossos respectivos lugares, que eram a arquibancada, esperamos a hora do show. Já às 19h10m, entravam Paulão e seus comparsas para destruir o Centro Cultural. A Bandeira que conta com o logo da banda estava acesa. Que começa o show!

Xande contagiava todo mundo com sua pegada. Paulão descia o braço. Dava até arrepios só de vê-lo tocar! O Soneca não deu pra ver direito, mas o Deca parecia o Angus Young do AC/DC. Falando nele, durante o show, ele olhou para alguém lá na arquibancada, e quando me olhou fazendo o Sinal do Diabo, ele fez chifinho nele mesmo pra mim, com sua cara feia. O Piérre me falou que ele me conhece! Quanto as músicas eu não sei o que tocaram, pois eu sei que eles tocaram mais do novo álbum, Whiskey do Diabo, do que o do primeiro, que leva o nome da banda. Só sei que tocaram Pirata do Tietê, Whiskey do Diabo, até uma versão de Negro Gato eles tocaram. Rock 'N' Roll não tem hora pra acabar!

Durante o final de cada música, o Deca colocava sua guitar no chão e puxava-a pelo cabo, tirando um som estranho. Nossa! Os cabras têm atitude. No meio do show, antes de tocar Whiskey, Paulão desceu de sua bateria e apareceu mascarado como Satã. E não é só isso, não! Teve alguns molekes que dançavam, conforme a música dos caras! Até o Deca trocava uma com eles! Rolava até rodinha no meio da platéia, enquanto os que ficaram sentados, só viram a banda tocando. Já no final, depois de mais de uma hora, uns presentes gritavam: "Toca Raul!". O Paulão soltou: "Raul já morreu!". E tocaram Gasolina, do Made In Brazil. Missão cumprida! Mais um show para preencher meu currí­culo! Da próxima, vou ao Live 'N' Louder! Se o Deus Metal quiser!

Confusão e muito Rock'N Roll
No dia 24 de junho (dia de São João) fui ao centro de São Paulo para conferir de perto o show que a Galeria do Rock estava organizando. Era o primeiro show que vou (nakela vez eu í­a ao show do Sepulfest, mas não deu por motivos que não vou comentar!), mas com certeza era essa a oportunidade que tive. Lá encontrei com o Pedro "Baconzito" Pellegrino, que me apresentou ao Presidente do Fã-Clube do Sepultura, Toninho Iron. O cara é uma lenda quando se fala em ser fã de uma banda que a gente gosta. Foi muito legal conhecer alguém que é importante (quem sabe irei conhecer algum integrante do Metal Nacional!) na cena underground. Daí­ ficamos lá fora da galeria, em plena Avenida São João, para esperar o festival começar.

Em meio da praça, vimos vários headbangers com camisetas grandes bandas de Metal, como Motörhead, Sepultura, Pantera, Cannibal Corpse, entre outras. Lá pelas três horas da tarde (deveria começar pelas duas horas!), veio a primeira atração do dia: a banda Frila. Na verdade, nunca tinha ouvido falar dessa banda, mas com certeza foi uma diversão garantida. Na formação contava com o baixista Fralda, ex-RxDxPx, que estava quebrando tudo! Bem no meio da platéia, estava um mendigo dançando conforme à música. O cara estava no ritmo ao som do Frila. Muito engraçado, mas com certeza era pra mostrar que em todo o lugar, tem sempre alguém que gosta de música, desde um cara mauricinho até um bebum da esquina.

Após o show do Frila, eu o Baconzito descansamos e esperamos para outra atração. Ás quatro horas, entravam no palco a banda de Death Metal do ABC MidnightMare. O melhor dessa banda, não é só o som que a banda estava mostrando, é a vocalista. A mulher canta muito. Gutural mesmo para akela véia, que tem idade pra ser minha mãe (fala sério! Quem é que quer uma mãe dessa? Já imaginou ela te acordando com akele grito?). Volando à banda, foi um apocalípse sonoro. Foram oito músicas que cantaram, inclusive tocaram um cover de Slayer, Postmorten. E a roda? Nunca tinha visto tanta agressão na minha vida! Os mulekes estavam batendo um no outro. A moçoila tava se acabando de tanto cantar. Os guitarristas, então! Parece show do Slayer! O guitarrista parece Kerry King, o outro deve ter saí­do de uma banda profissional. Mas o baterista, que além de talentoso, parece o Dimebag Darrell (será que ele se reencarnou?). Uma britadeira!

Após esse caos acabar, nós dois fomos comer para repor meu corpo, que tava cansado. Durante ás cinco da tarde, outra banda entrou para acabar com os mulekes. Mas primeiro, um cara que tava se apresentando estava sorteando Cds do Scars. Uma pena que eu não ganhei. Porém, vimos o pessoal do Claustrofobia. Os caras são gente fina pra caramba. Cumprimentei todos, troquei idéia com os caras. Foi animal! Daí, a banda Abomydogs entrou no palco afinando os seus instrumentos. Essa banda toca um Rockão bem ao estilo Motörhead, já que o baixista parece o Lemmy e o Guitar (q tb é vocal!), parece o Raul Seixas. A banda tocou tanto que os mulekes se maxucaram. Durante o show, Baconzito tinha ido para a ksa p prender a irmãzinha dele! Daí­ fiquei lá ouvindo e vendo Abomydogs! No final, tocaram Ace Of Spades do Motörhead, alegando que não eram porra de banda cover!

Depois que o Abomydogs acabou, o organizador anunciou que o show foi cancelado! Isso mesmo! Um punk filho da puta esfaqueou um pobre headbanger no meio desse espetáculo! Claro q ele fisou puto. O público gritou aos coros de: "Filho da Puta!". Nem os músicos das bandas q í­am tocar também perdoaram. Claro q avisei pro Pedro sobre o incidente! E o que era pra ser um show de união, virou uma palhaçada! Vivemos no meio de uma cidade cheia de violência, e acontece ISSO! Claro q fui embora! Foi da hora ter conhecido os guitar do MidnightMare! São gente fina pra caraio!

Bom, esse foi o comentário do primeiro show da minha vida! E que venha mais! Só espero que não aconteça nada de imprevisto! MOSH!!!!
Schopenhauer (1788-1860)
"Quando ouço música, a minha imaginação compraz-se muitas vezes com o pensamento de que a vida de todos os homens e a minha própria vida não são mais do que sonhos de um espírito eterno, bens e maus sonhos, de que cada morte é o despertar"
Pessoas que desafiaram DEUS!
JOHN LENNON:

Alguns anos depois de dar uma entrevista a uma revista americana, disse: "O
cristianismo vai se acabar, vai se encolher, desaparecer. Eu não preciso
discutir sobre isso. Eu estou certo. Jesus era legal, mas suas disciplinas
são muito simples. Hoje, nós somos mais populares que Jesus Cristo.
(1966)". Lennon, depois de ter dito que os Beatles estavam mais famosos que
Jesus Cristo, recebeu cinco tiros de seu próprio fã.

TANCREDO NEVES:

Na ocasião da campanha presidencial, disse que se tivesse 500 votos do seu
partido (PDS), nem Deus o tiraria da presidência da república. Os votos ele
conseguiu, mas o trono lhe foi tirado um dia antes de tomar posse.

BRIZOLA:

No ano de 1990, quando houve uma outra campanha presidencial, disse: que
aceitava até o apoio do demônio para se tornar presidente. A campanha,
quando acabou, apontou Collor como presidente e não mostrou Brizola nem em
segundo lugar.

CAZUZA:

Em um show no Canecão ( Rio de Janeiro ), deu um trago em um cigarro de
maconha, soltou a fumaça para cima e disse: Deus, essa é para você!Nem
precisa falar em qual situação morreu esse homem.

O CONSTRUTOR DO NAVIO TITANIC:

Na ocasião em que foi construído, apontaram-no como o maior navio de
passageiros da época. No dia de entrar em alto- mar, uma repórter fez a
seguinte pergunta para o construtor:
"O que o senhor tem a dizer para a imprensa concernente a segurança do seu
navio?" O homem, com um tom irônico, disse: "Nem Deus poderá afundar meu
navio". O resultado foi o maior naufrágio de um navio de passageiros do
mundo..

MARILYN MONROE:

Foi visitada por Billy Graham durante a apresentação de um show. Ele, um
pregador do evangelho, na época havia sido mandado pelo Espírito Santo
àquele lugar, para pregar a Marilyn. Porém ela, depois de ouvir a mensagem
do evangelho, disse: "Não preciso do seu Jesus". Uma semana depois foi
encontrada morta em seu apartamento.

BON SCOTT:

Ex-vocalista do conjunto AC/DC. Cantava no ano de 1979 uma música com a
seguinte frase: "Don´t stop me, I´m going down all the way, wow the highway
to hell". (Não me impeça... Vou seguir o caminho até o fim, na auto-estrada
para o inferno). No dia 19 de fevereiro de 1980, Bom Scot foi encontrado morto, asfixiado pelo próprio vômito.

CAMPINAS/SP EM 2005

Em Campinas, uma turma de amigos já embriagados, foram buscar a última
pessoa ir para balada, parou em frente da casa do jovem chamou, e junto com
a moça veio a mãe. A mãe com medo vendo todos embriagados e sua filha
entrando naquele carro lotado, pegou na mão da filha que já estava dentro
do carro e disse: "FILHA VAI COM DEUS QUE ELE LHE PROTEJA", a filha pra
tirar uma onda com a mãe disse: "SÓ SE ELE FOR NO PORTA-MALAS, POIS AQUI JÁ
ESTÁ LOTADO". Algumas horas depois veio a noticia as familiares dos jovens,
sofreram um acidente, morreram todos, o carro ficou irreconhecível, mas o
porta malas ficou intacto. A policia técnica disse que pela violência do
acidente seria possível o porta-malas ficar intacto, quando o policial
abriu o porta-malas, lá estava uma bandeja com 18 ovos sem nenhum
arranhão, e todos nos lugares corretos da bandeja.

Muitos outros homens importantes também se esqueceram que a nenhum outro
nome foi dada tanta autoridade como a que há no nome de JESUS.
Não esqueça disso: Muitos morreram, mas somente um ressuscitou e está vivo
até hoje (dias vindouros): Jesus!

P.S. Se fosse uma piadinha, vc enviaria pra todo mundo!



[ ver mensagens anteriores ]
Rodrigo Souza Mlh

Criar seu atalho
Meu Perfil
BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Música, Cinema e vídeo