Esporro Público 2018 - #RIPLemmy - UOL Blog

"Foi um momento muito especial ter composto o The Gathering. Nós havíamos tido um baterista diferente para cada álbum desde nossa volta, e então trouxemos Dae Lombardo, que tamém troxe seu estilo próprio para dentro do Testament. Nós ão tínamos que dizer para ele tocar isto ou daquilo, desta ou daquela maneira. O ara simplesmente chagava no estúdio e fazia o que quisesse. Isto inspirou muito o Eric Peterson, e fez com que compusesse algumas das melhores músicas que já escreveu. Vocalmente, tudo ficou perfeito para mim, pois as músicas tinham melodias, e meu trabalho acabou sendo bem mais dinâmico. Quando escuto este álbum hoje em dia, posso perceber que há nele uma grande mistura de estilos vocias, e aho o The Gatherig um álbum muito forte. A produção é muito boa, e o Andy Sneap fez um ótimo trabalho mixando as músicas".

Chuck Billy, vocalista do Testament, sobre o álbum The Gathering (1999) - Roadie Crew #80

Um século e um ano de vida foi o suficiente para que Dercy Gonçalves transformasse o Brasil num país alegre e divertido.

Sempre levaremos toda essa alegria que ela nos deu para que nós, brasileiros, perante as dificuldades que enfrentamos, tenham como uma lição de vida.

Como nós, Dercy também era pobre. Foi prostituta, fugiu de casa, foi atriz mambembe, fez pornochanchadas, peças de teatro, comédias, deu gargalhadas sob todas as dificuldades que enfrentou.

Morreu com a condição de ser feliz. Obrigado Dercy. Que Deus e todos os seus colegas, recebam de braços (e peitos!) abertos lá no palco do céu.

A Perereca da Vizinha tá presa na gaiola!

Xô Perereca, Xô perereca!

XXXXXXÔÔÔÔÔÔ!!!!

 

Após akele show histórico do Threat, mais uma vez fui ao Centro Cultural conferir o show da banda Pedra. no ano passado entrevistei o Luiz Domingues e Xando Zupo para o meu TCC da faculdade. Desde então queria vê-los novamente e dessa vez não convidaram nenhum grupo de teatro. Era apenas o show.

Os músicos entram e são aplaudidos. Começam com Filme de Terror, versão da música do Sérgio Sampaio, que integra o Pedra 2. Daí eles tocam músicas dos dois discos, sejam os momentos rockers, dos acústicos até as mais viajantes, como a Jefferson Messias, que remete ao Progressivo.

Finalizam com O Dito Popular e mais uma vez são ovacionados. É sempre bom bater um papo com esses caras, todos simpáticos e ótimos rapazes. Luiz Domingues sempre será o ícone, seja como baixista ou professor de música, na qual meu xará Rodrigo Hid foi seu pupilo. Xndo Zupo já vioru meu fã, até mesmo quer ler meu livro. Aguarde...

Esse foi mais um show que acompanhei. A qualquer momento estarei atrás.




[ ver mensagens anteriores ]
Rodrigo Souza Mlh

Criar seu atalho
Meu Perfil
BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Música, Cinema e vídeo